22.3.12

Linhagem





















da minha mãe:
que me ensinou a atravessar a rua sozinha (e me salvar).
pra minha filha:
que me ensina a observar o mundo amorosamente.

20.3.12

Poeminha rápido



ser e vir a ser
a ser vir e ser
vir e ser
a ir e vir
ser e ir
virar ser

19.3.12

Frases de Ceci aos quatro anos

Você percebeu que aquele lugar está lotado de vazio?

18.3.12

Conversas de Ceci aos quatro anos

- Mamãe, você é muito engraçadinha!
- Você também é muito engraçadinha filha.
- Não. Eu não sou engraçadinha não.
- Hummm... então você é séria?
- Não. Eu também não sou séria não... Eu sou feliz!

16.3.12

Antes que isso vire um blog abandonado

Tenho demorado tanto pra atualizar esse blog, que cheguei a pensar que ele tinha virado disquete. Uma coisa retrô, old school.
Mas como sempre fui meio antiga mesmo, então tudo bem.
Continuo fiel a minha proposta inicial: liberdade. Um espacinho pra não precisar fazer alguma coisa, pra não precisar ser alguém. Só isso. (digo pra mim mesmo, querendo me convencer).
Pra que contar o tempo? Escreverei quando quiser, sempre. Se estou sem vontade de me atualizar, fico velha mesmo.